Tomografia computadorizada Multislice

D-RADIO - Excelência e Modernidade em Diagnóstico por Imagem

Tomografia computadorizada Multislice

Os primeiros tomógrafos computadorizados, chamados de primeira geração, foram lançados inicialmente em 1972. Desde então, vem apresentando contínuos aprimoramentos. O tomógrafo com múltiplas fileiras de detectores, também chamado de “MULTI-SLICE”, é uma tecnologia de última linha em relação à tomografia computadorizada.

As principais características positivas dessa tomografia “MULTI-SLICE” são a velocidade de aquisição das imagens e a sua alta resolução anatômica para uma ampla gama de indicações clínicas. Permite em apenas alguns segundos, de forma ultrarrápida e indolor, fatias submilimétricas de qualquer parte do organismo. Essas imagens podem ser processadas por meio de programas específicos criando imagens bi (2D) e tridimensionais (3D) de altíssima qualidade e livres de artefatos. Como exemplo, podemos citar um exame para pesquisa de cálculos urinários que pode ser finalizado em uma única pausa respiratória inferior a 5 segundos, antes impossíveis em equipamentos de outras gerações (tomógrafos helicoidais simples “NÃO MULTI-SLICE”).

Para a realização desse exame, o Cliente deita sobre a mesa do equipamento, sempre sob a orientação da equipe de enfermagem, de um médico e / ou do técnico. Deve permanecer imóvel durante a aquisição das imagens que, como descrito acima, é muito rápida e indolor. Ao contrário da ressonância magnética, o túnel para o qual a mesa se desloca é bastante ampla, mais curta e não gera mal-estar devido à claustrofobia.

Em várias situações, como nos estudos dos vasos sanguíneos (“angiotomografias”) e para avaliação do abdome, é necessária a utilização do contraste a base de iodo, administrada oralmente e/ou em uma veia periférica do antebraço. Tem como finalidade, aumentar a capacidade diagnóstica desse método. Atualmente, com a utilização de contrastes não iônicos e de baixa osmolaridade por meio de bombas de infusão com volumes e velocidades rigorosamente controlados, os riscos e os desconfortos a esse meio iodado são bastante raros.

O presente método permite estudo de todas as partes do corpo. Apresenta grande importância para avaliação cerebral, da cabeça e pescoço, pulmões, estruturas mediastinais, órgãos abdominais, pesquisa de cálculos urinários, estudo dos vasos sanguíneos (por meio da técnica de angiotomografia), análise das estruturas ósseas e calcificações. Apresenta baixa acurácia diagnóstica para pesquisa de cálculos em vesícula biliar e nas vias biliares canaliculares, para avaliação das lesões musculares, das estruturas intra-articulares (como ligamentos e meniscos), do útero e regiões anexais. Para essas estruturas e indicações clínicas, a ressonância magnética seria o método mais apropriado.

A tomografia computadorizada “MULTI-SLICE” em associação a utilização de contrastes mais seguros proporcionaram um grande número de novas aplicações e melhora expressiva nas já existentes. Permitem diagnósticos mais precoces e controles evolutivos de lesões prévias revolucionando o modo como as doenças são abordadas.

Contra Indicações:

  • Peso limite: até 130 kg. Acima de 130 kg á 150 kg entrar em contato para avaliarmos condições e rever a possibilidade da realização do exame com segurança.
  • Grávidas: será realizado somente após uma cuidadosa avaliação do “risco x benefício”. Esta avaliação será realizada com a participação do médico solicitante, médico radiologista e a Cliente ou o seu responsável legal.

Exames de Tomografia realizados

  • ABDÔMEN TOTAL
  • ABDOMEN SUPERIOR
  • ANTEBRAÇO (UNILATERAL)
  • ARTICULAÇÃO ( JOELHO, OMBRO, PUNHO, TORNOZELO E COXA)
  • ARTICULAÇÃO ( EXTERNO CLAVICULAR, COTOVELO, SACRO ILIACA)
  • ATM
  • BACIA
  • BRAÇO UNILATERAL
  • COLUNA CERVICAL, LOMBAR E TORÁCICA
  • CRÂNIO, FACE, ORBITAS
  • MASTÓIDE E OUVIDOS
  • MÃO, PÉ, PERNA
  • PESCOÇO
  • SEGMENTO APENDICULAR
  • SELA TURSICA, HIPÓFISE
  • TOMOMIELOGRAFIA
  • TÓRAX
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA ABDOMINAL SUPERIOR
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA ABDOMINAL E ILIACAS
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA AORTA ABDOMINAL OU TORÁCICA
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA ARTERIAS RENAIS
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA CRÂNIO
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA MEMBROS INFERIORES OU MEMBROS SUPERIORES
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA PELVE
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA PESCOÇO
  • ANGIO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX
D-RADIO – UNIDADE VARGINHA
D-RADIO – UNIDADE SÃO LOURENÇO